Adolescente instiga amigos a atear fogo em colega

Estudante atacado se salvou ao sair correndo e se jogar em uma piscina

Miami – Um adolescente americano foi condenado nesta quinta-feira a onze anos de prisão por instigar outros jovens a jogar álcool e atear fogo em um colega de escola, em 2009, porque este tinha se negado a comprar um cachimbo para fumar maconha por US$ 40.

Matthew Bent, agora com 18 anos, segundo a acusação foi o líder do ataque. O jovem respondeu por crime de lesão corporal com agravante contra Michael Brewer, na época com 15 anos. Os dois estudavam juntos em uma escola nos arredores de Miami (Flórida).

Brewer sobreviveu pois saiu correndo e se jogou em uma piscina, mas sofreu queimaduras em mais de 65% do corpo. Após o crime, cinco menores, na época com entre 13 e 15 anos, foram detidos.

Bent foi considerado o líder do ataque, embora não tenha executado o crime. O jovem também respondia por tentativa de assassinato, mas em junho essa acusação foi retirada.

Segundo a documentação do caso, Bent tentou vender a Brewer um cachimbo para fumar maconha por US$ 40 dólares, mas este não quis comprá-la, o que causou a briga e terminou desencadeando o ataque.

Em fevereiro, outros dois jovens acusados neste caso foram condenados a oito e onze anos de prisão, por terem segurado e ateado fogo em Brewer. Outros dois menores foram libertados.