Acordo nuclear: Irã diz que EUA jamais cumpriram seus compromissos

Em pronunciamento feito logo após decisão dos EUA de abandonar pacto, presidente do Irã disse que país está pronto para retomar programa nuclear

São Paulo – Minutos depois de o presidente americano, Donald Trump, ter anunciado que os Estados Unidos vão abandonar o acordo nuclear com o Irã, o presidente iraniano Hassan Rohani veio a público acusar o governo americano de não ter cumprido os compromissos assumidos e chamou o episódio de “uma experiência histórica para o país”.

Rouhani disse, ainda, que os iranianos estão prontos para retomar o programa nuclear, mas que estão comprometidos com o acordo, se os seus interesses permanecerem protegidos. Outros países signatários (Alemanha, França, Reino Unido e Rússia) já manifestaram que seguirão vinculados ao documento firmado anteriormente. Os europeus pediram que Trump não adote medidas que possam “obstruir” a implementação das tratativas.

O presidente americano anunciou a sua decisão sobre o pacto internacional que vigora desde 2015 na tarde desta terça-feira. Além de restabelecer as sanções suspensas, Trump disse que irá adotar novas e mais duras medidas contra o regime iraniano e os países que permanecerem ao seu lado, sem deixar claro se isso irá se aplicar aos países envolvidos no acordo (alguns aliados históricos dos EUA). A Turquia já anunciou que não pretende cessar os acordos comerciais com o Irã.

Enquanto Arábia Saudita e Israel celebraram o movimento, aliados europeus lamentaram o anúncio. Emmanuel Macron, presidente da França, disse que o regime atual de não-proliferação nuclear está em risco.