Abdelmalek Sellal é nomeado premier da Argélia

Especializado em diplomacia, Sellal havia dirigido as duas últimas campanhas presidenciais de Bouteflika, em 2004 e 2009

Argel – O ministro argelino de Recursos Hídricos, Abdelmalek Sellal, 64 anos, foi nomeado primeiro-ministro na noite desta segunda-feira pelo chefe de Estado, Abdelaziz Bouteflika, quatro meses depois das eleições legislativas, anunciou a presidência em um comunicado.

“Conforme os termos do artigo 77.5 da Constituição, Abdelaziz Bouteflika, presidente da República, colocou fim às funções do primeiro-ministro, Ahmed Ouyahia, que apresentou sua demissão do governo“, indicou o comunicado .

“O presidente da República nomeou o Sr. Abdelmalek Sellal primeiro-ministro”, prosseguiu o comunicado.

Nenhuma informação foi divulgada sobre a nova composição do governo, tradicionalmente anunciada junto com a nomeação do primeiro-ministro.

Especializado em diplomacia, Sellal havia dirigido as duas últimas campanhas presidenciais de Bouteflika, em 2004 e 2009.

Com uma vasta experiência política, exerceu importantes funções e ocupou vários cargos ministeriais.

O novo governo deve incluir ex-ministros e altos funcionários jovens, de acordo com vários sites de notícias locais.

A atual equipe assegurou que continuará a cumprir com seus deveres, apesar da ausência de seis ministros que foram eleitos deputados e que não podem acumular as duas funções, de acordo com uma lei aprovada no final de 2011 no âmbito das reformas políticas presidenciais.

Nenhum governo foi nomeado nas eleições legislativas de 10 de maio, majoritariamente vencidas pela Frente de Libertação Nacional (FLN), da qual faz parte Bouteflika, o que levou a oposição a evocar uma “hibernação”.

Este atraso “mergulhou o país em um período de paralisia e bloqueou a vida política”, explicou nesta segunda-feira o secretário da Frente das Forças Socialistas (FFS, oposição), Ali Laskri.