Abbas recebe presos palestinos libertados por Israel

Em um ambiente festivo, Abbas recebeu os presos um a um, apertou suas mãos, os abraçou e recebeu os tradicionais beijos de agradecimento

Ramala – O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, recebeu na madrugada desta terça-feira 18 dos 26 presos libertados hoje por Israel em uma cerimônia de boas-vindas na Muqata de Ramala, diante de mais de mil pessoas.

Em um ambiente festivo, Abbas recebeu os presos um a um, apertou suas mãos, os abraçou e recebeu os tradicionais beijos de agradecimento.

Pouco depois, o grupo de presos se dirigiu ao mausoléu que abriga os restos do dirigente palestino Yasser Arafat, para depositar uma coroa de flores e beijar seu túmulo.

De volta à esplanada da Muqata, onde eram esperados por uma multidão e pelos principais líderes palestinos, Abbas deu as boas-vindas de forma oficial aos prisioneiros e garantiu que não vai assinar um acordo de paz com Israel se este não incluir a libertação de todos os presos palestinos.

“Prometo que não assinarei nenhum acordo se todos os prisioneiros não retornarem às suas famílias”, afirmou, antes de expressar sua esperança de que em breve “a bandeira palestina tremule sobre Jerusalém”.

Abbas também se referiu à recente aprovação por uma comissão ministerial israelense de um projeto de lei para anexar o vale do Jordão a Israel, o que considerou como “inaceitável” e afirmou que os palestinos “vão agir quando isso ocorrer” na prática.