Abbas pede fim da colonização israelense

"Disse mil vezes que queremos retomar as negociações e estamos dispostos a fazê-lo (...),disse Abbas a jornalistas em Nova York.

Nova York – O presidente palestino, Mahmud Abbas, pediu nesta sexta-feira a retomada das negociações com Israel e o fim da colonização, um dia após a aprovação do status de Estado observador da ONU para a Palestina pela Assembleia Geral do organismo.

“Disse mil vezes que queremos retomar as negociações e estamos dispostos a fazê-lo (…),disse Abbas a jornalistas em Nova York.

“Não impomos condições, mas existem não menos que 15 resoluções da ONU que consideram que a colonização é ilegal e um obstáculo para a paz (…) Por que (os israelenses) não suspendem a colonização?”.

A Palestina se transformou na quinta-feira em um Estado observador não-membro da ONU, após uma votação na Assembleia Geral, considerada pelo presidente Abbas como um “ato de nascimento”.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, considerou que, ao apresentar a solicitação na ONU, os palestinos “violaram seus acordos com Israel”. “Israel atuará como consequência”, acrescentou.

O governo israelense expressou nesta sexta-feira sua intenção de construir 3.000 habitações nos bairros de Jerusalém Oriental, ocupada e anexada, e na Cisjordânia.

Ao obter o status de Estado não membro, a Palestina poderia teoricamente ratificar o Estatuto de Roma e recorrer ao Tribunal Penal Internacional (TPI).