82 morrem em naufrágio de barco com imigrantes na Sicília

Até agora, há 150 sobreviventes

Roma – Ao menos 82 pessoas morreram e dezenas estão desaparecidas no naufrágio de uma embarcação que transportava migrantes da África perto da ilha de Lampedusa, na Sicília, afirmaram autoridades na quinta-feira.

A prefeita de Lampedusa, Giusy Nicolini, afirmou que 82 corpos foram encontrados, em sua maioria da Somália e Eritreia, um número que deve crescer.

“É horrível, como um cemitério, ainda estão tirando (os corpos)”, disse a jornalistas.

Segundo a guarda costeira parecia haver entre 400 e 500 migrantes no barco quando naufragou. Até agora, há 150 sobreviventes.

Milhares de imigrantes chegam à Itália provenientes da África em embarcações precárias a cada ano, sendo que a maioria chega à Lampedusa, uma pequena ilha a apenas 113 quilômetros da costa da Tunísia.