700 imigrantes são resgatados na Itália

Quase 700 refugiados foram resgatados no canal da Sicília em diversas operações, anunciaram as autoridades

Roma – Quase 700 refugiados foram resgatados na noite de quinta-feira no canal da Sicília em diversas operações, anunciaram as autoridades italianas nesta sexta-feira, dia em que uma cúpula da União Europeia aborda a imigração clandestina.

Ao menos cinco operações de resgate permitiram socorrer os imigrantes, entre eles mulheres e crianças, afirmou a marinha italiana.

A embarcação “Cigala Fulgosi” socorreu um grupo de 99 pessoas que estavam em um barco à deriva 185 km ao sul da pequena ilha de Lampedusa, informa um comunicado da marinha.

A corveta “Chimera” resgatou, por sua vez, 219 pessoas que viajavam nas mesmas condições a 70 km da ilha, acrescentou a fonte.

Além disso, três embarcações da guarda-costeira italiana socorreram 300 imigrantes que estavam em duas embarcações e um cargueiro resgatou outros 90 localizados 200 km ao sul de Lampedusa, segundo um comunicado da guarda costeira.

A reunião de cúpula da União Europeia em Bruxelas analisa o tema da imigração clandestina para evitar que se repitam dramas como o que neste mês deixou mais de 40 mortos em dois naufrágios na costa de Lampedusa.