60% dos ucranianos creem que homossexualidade é perversão

Segundo pesquisa, 79,4% são contra o casamento entre pessoas do mesmo gênero

Kiev – Quase dois terços dos ucranianos (60%) acreditam que as relações homossexuais sejam uma perversão, enquanto 79,4% são contra o casamento entre pessoas do mesmo gênero, segundo uma pesquisa da Gfk Ukraine publicado nesta sexta-feira.

Uma quarta parte das pessoas contrárias ao casamento homossexual argumentam sua postura com a possibilidade dos gays e lésbicas possam adotar crianças.

Assim, 46% dos ucranianos não querem que estes casais deem mau exemplo às crianças, enquanto 40% afirmam que essas uniões são contrárias a seus princípios religiosos.

Somente 4,6% dos ucranianos apoiam a legalização do casamento entre pessoas do mesmo gênero, embora 16% tolerem a união civil.

Os ucranianos mais tolerantes são os jovens até 29 anos moradores das grandes cidades, enquanto os mais reticentes às minorias sexuais são os maiores de 60 anos e habitantes da região ocidental do país, onde se professa a religião católica.