6 coisas do dia a dia que são crime na Coreia do Norte

Tirar fotos não autorizadas ou conversar com cidadãos do país pode terminar em cadeia

São Paulo – Diante das recentes ameaças da Coreia do Norte aos Estados Unidos e a Coreia do Sul, a divisão de viagens do Departamento de Estado americano aumentou neste mês o alerta para que cidadãos dos Estados Unidos evitem viajar ao país. Isso porque, de acordo com comunicado, americanos que têm o visto para visitar o território norte-coreano correm o risco de prisão mesmo com o documento.

Segundo o comunicado, uma série de atos que não são considerados crime fora da Coreia do Norte podem terminar em multas, prisões ou expulsão do país para qualquer estrangeiro (não apenas os americanos). Para informar os possíveis viajantes, o departamento mantém um “manual de instruções” na internet onde explica algumas dessas leis. Confira:

Ter opinião política ou religiosa

Expressar opinião sobre um político ou uma corrente política pode ser considerado crime na Coreia do Norte. Se envolver em atividades religiosas que não são autorizadas pelo governo também. As práticas são consideradas crimes mesmo que tenham sido praticadas fora da Coreia do Norte.

Conversar com pessoas sem autorização

Um dos objetivos dos viajantes internacionais costuma ser fazer amizades e conhecer a população local. Na Coreia do Norte, porém, interagir com habitantes sem autorização do governo pode, em alguns casos, ser considerado crime. Isso porque as autoridades podem julgar que a interação é uma maneira de espionagem. 


Fotos não autorizadas

Fazer fotos de alguns lugares sem autorização do governo também pode, em alguns casos, ser considerado crime. Mesmo quando as imagens são produzidas com celular, o viajante corre riscos de ir para cadeia depois das fotos feitas. 

Comprar no lugar errado

Segundo os avisos do Departamento de Estado dos Estados Unidos, não é em todo lugar que estrangeiros podem fazer compras. Existem lojas designadas para visitantes de outros países e comprar fora delas também pode ser considerado crime.

Desrespeitar líderes políticos

Mostrar desrespeito a líderes políticos atuais ou antigos do país é um crime na Coreia do Norte (e isso inclui charges ou piadas, aceitas em outros países).

Ler mídia que critique o governo

É um crime na Coreia do Norte entrar no país com jornais, revistas ou qualquer outro tipo de mídia, impressa ou eletrônica, que critique o governo coreano, mesmo que tenha sido produzido em outro país. Ao entrar com USB, DVD, CDs, celulares ou laptops na Coreia do Norte, saiba que os artigos podem ser revistados em busca de informações contra o governo ou até pessoais. 

Lei também: Os lugares mais perigosos do mundo, segundo os EUA