Preço de energia no leilão A-5 recua a R$98/MWh

Preço inicial base estabelecido no leilão para venda de energia é de 112 reais por MWh

São Paulo – O preço da energia de fontes renováveis no leilão A-5 que acontece na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE)recuava para 98 reais por megawatt/hora no início da tarde desta sexta-feira.

O valor refere-se à negociação de energia na contratação por “disponibilidade” –na qual participam usinas eólicas e termelétricas a biomassa e a gás natural. Apesar disso, o preço da energia de hidrelétricas permanecia estacionado em 110 reais por MWh há mais de duas horas.

As informações são do sistema de acompanhamento do leilão no site da CCEE.

O preço inicial base para a venda de energia no leilão é de 112 reais por MWh.

As hidrelétricas vendem energia no produto “quantidade”, por 30 anos, enquanto as eólicas e termelétricas a biomassa e a gás disputam a venda de energia no produto por “disponibilidade”, por 20 anos.

A primeira fase do leilão, no qual os empreendedores interessados disputam a concessão das grandes hidrelétricas, já terminou, mas ainda não há informações sobre o resultado dessa etapa.

O leilão A-5, que vende energia para atender a demanda das distribuidoras a partir de 2017, foi iniciado com atraso de 1 hora, às 11h, aguardando a derrubada de limar da Justiça que impedia a participação da hidrelétrica Sinop (MT) — a maior na disputa com 400 MW.

O leilão habilitou 14.181 megawatts (MW) de projetos à participação, dos quais 988 MW são de hidrelétricas considerando Sinop), 363 MW de pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), 11.879 MW de eólicas, 583 MW de termelétricas a biomassa e 368 MW de usinas a gás natural.