424 conflitos devastam o mundo. Veja onde eles acontecem

Levantamento anual realizado pelo Heidelberg Institute for International Conflict Research (HIIK) mostra as regiões do planeta que vivem crises violentas

São Paulo – O mundo vive hoje um cenário geral de instabilidade. De acordo com um levantamento anual realizado pelo Heidelberg Institute for International Conflict Research (HIIK), existem 424 conflitos em andamento em diferentes partes do globo e 21 deles são guerras.

Os dados compilados pelo HIIK, e que foram disponibilizados no estudo anual “Conflict Barometer 2014”, mostram que nenhuma região do planeta passa incólume de turbulências internas. Agitações estas que, muitas vezes, resultam em episódios dramáticos de violência.

Na Europa ocidental, por exemplo, uma crise violenta foi detectada no Reino Unido, mais especificamente no que diz respeito aos movimentos separatistas na Irlanda do Norte. Já na região leste do continente, pela primeira vez desde 2008 nota-se o surgimento de uma guerra: o confronto protagonizado por insurgentes apoiados pela Rússia e tropas da Ucrânia.

Nas Américas, um dos focos está nos Estados Unidos, onde a crise é permeada por tensões na fronteira com o México que, por sua vez, vive em estado de guerra por conta dos conflitos entre governo e organizações criminosas. No que diz respeito ao Brasil, foi detectado o aumento nos casos de violência policial e confrontos entre organizações criminosas e policiais.

Para determinar a intensidade dos conflitos violentos (que incluem as categorias “crise violenta”, “guerra limitada” e “guerra”), foram avaliados aspectos como a quantidade de tropas e o poderio bélico das partes envolvidas na turbulência em questão. Foi ainda levado em conta a dimensão da crise do ponto de vista do número de refugiados e deslocados internos e a destruição da região.

A categoria “crise violenta”, explica a entidade, representa conflitos de média intensidade, enquanto que “guerra limitada” ou “guerra” compreendem episódios de alta intensidade. Já aquelas crises classificadas como “conflitos não violentos” abarca os casos nos quais há ao menos uma parte ameaçando o uso da violência.

EXAME.com produziu um infográfico no qual mostra onde no mundo estão os conflitos atuais, de acordo com a investigação conduzida pelo HIIK. Veja abaixo.