4 palestinos são mortos em protestos na Cisjordânia

Palestinos foram mortos a tiros durante protestos contra a ofensiva de Israel em Gaza

Jerusalém – Quatro palestinos foram mortos a tiros nesta sexta-feira durante protestos, realizados na Cisjordânia, contra a ofensiva militar israelense na Faixa de Gaza, informaram funcionários de hospitais palestinos.

As circunstâncias dos disparos, que aconteceram na vila de Hawara, norte da Cisjordânia, perto da cidade de Nablus, e nas proximidades da vila de Beit Omar, ao sul, perto de Hebron, não estavam claras.

Confrontos entre tropas israelenses e manifestantes aconteceram nos dois locais, mas o Exército israelense não comentou os acontecimentos.

Os moradores da Cisjordânia têm se tornado cada vez mais inquietos com a operação terrestre de Israel em Gaza, em que mais de 800 palestinos foram mortos e mais de 5.200 ficaram feridos desde 08 de julho.

Na quinta-feira, milhares de palestinos entraram em confronto com forças israelenses num posto de verificação na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental, os maiores protestos nessas regiões realizados nos últimos anos.

Nesta sexta-feira, dois palestinos, com 21 e 21 anos, foram mortos a tiros durante um protesto em Hawara, disse Mazen al-Hammouz, diretor do hospital Rafidiyeh, localizado em Nablus.

Em Beit Omar, manifestantes jogaram pedras contra soldados israelenses na entrada da vila, segundo jornalistas locais. O pronto-socorro do hospital de Hebron recebeu dois homens palestinos, de 47 e 27 anos, mortos por tiros. Fonte: Associated Press.