3 explosões deixam pelo menos 6 mortos e 23 feridos no Afeganistão

Autoridades afirmam que número de vítimas pode ser maior; até o momento, nenhum grupo reivindicou o ataque

Cabul — Pelo menos seis pessoas morreram e outras 23 ficaram feridas, nesta quinta-feira, 21, em três explosões similares ocorridas nas imediações de um templo frequentado por membros da minoria xiita em Cabul, capital do Afeganistão, no dia em que se celebra o ano novo afegão, a festividade de Nawroz.

“Até o momento, retiramos 23 feridos e seis mortos do local. Mas estes números podem aumentar nas próximas horas”, disse à Agência EFE, o porta-voz do Ministério da Saúde Pública, Wahidullah Mayar.

O atentado aconteceu por volta das 9h30 (horário local, 2h de Brasília) na estrada da Universidade de Cabul, perto do templo Kart-e-Sakhi, onde ocorreu a explosão de três artefatos explosivos improvisados (IED), disse à Efe, o porta-voz da polícia local, Basir Mujahid.

Até o momento, nenhum grupo reivindicou o ataque.

Há exatamente um ano, um atentado suicida no mesmo local da capital afegã e reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI) deixou mais de 30 mortos e 65 feridos durante as celebrações do ano novo.

O alvo foram também membros da minoria étnica xiita Hazara, frequentemente são atacados por grupos insurgentes como os talibãs e o EI no Afeganistão, e que se dirigiam a Kart-e-Sakhi para saudar o novo ano.