Wall Street tem queda modesta após níveis recordes

Investidores encontravam poucos motivos para continuar comprando após o Dow e o S&P 500 atingirem máximas recordes

Nova York – As ações norte-americanas tinham leve queda nesta terça-feira, uma vez que investidores encontravam poucos motivos para continuar comprando após o Dow e o S&P 500 atingirem máximas recordes na sessão anterior.

Às 12h10 (horário de Brasília), o indicador Dow Jones caía 0,04 por cento, a 16.936 pontos, enquanto o S&P 500 tinha desvalorização de 0,08 por cento, a 1.949 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq perdia 0,03 por cento, a 4.334 pontos.

As perdas do dia eram ligeiras mas generalizadas, com nove dos 10 setores primários do S&P 500 em queda. Entretanto, o grupo de maior queda, referente a indústrias, se desvalorizavam menos de 0,4 por cento, e muitos setores recuavam menos de 0,1 por cento.

Ações do momento, marcadas por altos níveis de crescimento e preocupações com valorização, estavam entre as maiores performances do dia, com uma série de nomes da Internet também em alta. O Facebook Inc subia 3 por cento, Netflix Inc tinha alta de 2,67 por cento.

A queda desta terça-feira acontecia após uma série de ganhos em Wall Street. O S&P 500 terminou com recorde as últimas quatro sessões, e em alta 11 vezes nos últimos 13 pregões.

“A maioria das métricas sugere que as ações não são mais baratas, embora não estejam exatamente com preço exagerado. As pessoas estão procurando motivos para realmente comprar e estamos otimistas de que as ações possam continuar a avançar”, disse o chefe de investimento do Lenox Wealth Advisors David Carter.