Wall Street cai com menor entusiasmo por Grécia

Hoje, líderes dos maiores partidos gregos concordaram sobre as reformas e as medidas de austeridade necessárias para receber um novo pacote de resgate

Nova York – As ações norte-americanas passaram a cair nesta quinta-feira, após o entusiasmo inicial com o acordo na Grécia se dissipar e dados indicarem uma melhora no mercado de trabalho dos Estados Unidos. Líderes dos maiores partidos da Grécia concordaram sobre as reformas e as medidas de austeridade necessárias para receber um novo pacote de resgate e evitar um default caótico.

Também reforçava o tom um relatório mostrando que os pedidos de auxílio-desemprego caíram na semana passada, enfatizando uma firmeza do mercado de trabalho.

Essa divulgação seguiu um relatório de emprego que veio melhor do que o esperado na semana passada. Mas os ganhos desencadeados por notícias da Grécia foram abafados na medida em que as ações vinham se dissociando dos eventos na Europa neste ano, deixando a possibilidade para os investidores realizarem alguns lucros, uma vez que o índice S&P 500 subiu mais de 7 por cento este ano até agora.

“Há definitivamente um sopro de ‘venda sobre as notícias’ no ar, dados os números de pedidos e o acordo na Grécia. Nós escalamos essa parede de preocupações e a primeira reação das pessoas é apertar o botão de venda”, afirmou o diretor geral e chefe de vendas na RBC Capital Markets em Nova York, Michael Marrale.

Às 13h55 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,1 por cento, para 12.871 pontos. O Standard and Poor’s 500 tinha queda de 0,13 por cento, aos 1.348 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq perdia 0,01 por cento, a 2.915 pontos.