Wall Street avança com indicadores e S&P ronda máxima

Índices encerraram em alta e S&P 500 ficou a um ponto da máxima histórica, impulsionados por dados positivos sobre os preços das moradias e a atividade industrial nos EUA

Nova York- Os principais índices acionários norte-americanos encerraram em alta nesta terça-feira, levando o S&P 500 a se aproximar de sua máxima histórica, impulsionados por dados positivos sobre os preços das moradias e a atividade industrial nos Estados Unidos.

Segundo dados preliminares, o indicador Dow Jones encerrou com ganho de 0,77 %, a 14.559 pontos, enquanto o S&P 500 teve valorização de 0,78 %, a 1.563 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq registrou alta de 0,53 %, a 3.252 pontos.

O S&P 500 tentou novamente superar sua máxima histórica, mas não foi capaz de ultrapassar sua alta recorde pelo segundo dia nesta semana. No fechamento desta terça-feira, o indicador estava a apenas 1 ponto do maior nível já registrado no fechamento.

Na segunda-feira, o índice chegou a operar a apenas 0,25 ponto de sua máxima histórica –atualmente em 1.565 pontos, estabelecida em 19 de outubro de 2007– mas recuou em seguida, com investidores realizando lucros após notícias sobre a Europa.

Dados mostraram que os preços de moradias para uma única família subiram em janeiro no maior ritmo em mais de seis anos, enquanto o número de encomendas de bens duráveis nos EUA avançaram em fevereiro.

“Acho que a série de dados foi suficiente para convencer investidores de que a economia dos EUA está no caminho certo”, disse o estrategista-chefe econômico do Miller Tabak & Co, Andrew Wilkinson.

“Nesse ponto, é difícil argumentar que qualquer coisa vai descarrilhar a economia dos EUA, e isso está incentivando a confiança dos investidores à medida que eles continuam a comprar ações”, acrescentou.

Ainda assim, investidores podem buscar motivos para realizar lucros, com o S&P 500 acumulando alta de mais de 10 por cento até agora neste ano.