Wall St recua pressionada por queda nas ações da Apple

O índice Dow Jones caiu 0,1%, a 21.184 pontos, o S&P 500 perdeu 0,1%, a 2.436 pontos. O Nasdaq recuou 0,16%, a 6.296 pontos

Nova York – As ações recuaram em Wall Street nesta segunda-feira, uma vez que a queda no papel da Apple compensou parcialmente os ganhos em ações do setor de energia e financeiro, alguns dos setores de pior desempenho do mercado neste ano.

O índice Dow Jones caiu 0,1 por cento, a 21.184 pontos, o S&P 500 perdeu 0,1 por cento, a 2.436 pontos. O Nasdaq recuou 0,16 por cento, a 6.296 pontos

O setor de energia, o de pior desempenho no S&P 500 até o momento em 2017, e o setor bancário, que também apresenta uma baixa performance neste ano, atraíram procura dos investidores, apesar de uma queda nos preços do petróleo e um rendimento dos títulos norte-americanos que está próximo do seu menor patamar em oito meses.

Os dados desta segunda-feira mostraram que a atividade do setor de serviços desacelerou em maio, com a queda de novas encomendas.

Juntamente com o recuo em abril nos pedidos de bens manufaturados e a produtividade dos trabalhadores inalterada no primeiro trimestre, os dados sugerem margem limitada para um crescimento econômico mais rápido.

Apesar dos dados econômicos mais fracos, os investidores ainda apostam que o Federal Reserve, banco central norte-americano, aumentará a taxa de juros na reunião de 13 a 14 de junho.

Os dados da Reuters apontam para uma chance de 93,6 por cento de uma alta de 0,25 ponto percentual.

Com o rendimento dos Treasuries de 10 anos perto do seu nível mais baixo em sete meses, os investidores estão olhando por um aumento (na taxa de juros) e observam quais setores poderiam se beneficiar de taxas mais elevadas, disse Brian Jacobsen, estrategista-chefe de portfólio da Wells Fargo Funds Management em Menomonee Falls, Wisconsin .

As ações de energia subiram apesar da queda nos preços do petróleo, após a Arábia Saudita cortar os laços com o Catar por suposto apoio aos extremistas dentro do Islã, o que poderia dificultar um acordo global para reduzir a produção de petróleo.

O setor de energia S&P 500 subiu 0,2 por cento depois de cair 4,3 por cento nas duas semanas anteriores.

As ações da Apple recuaram 1 por cento, com a fabricante do iPhone revelando produtos e serviços em sua conferência anual de desenvolvedores.