Volume médio diário na BM&FBovespa cai 18,8% em janeiro

No mês passado, o segmento Bovespa movimentou R$ 133,30 bilhões, recuo de 14,7% ante R$ 156,22 bilhões registrados em dezembro

São Paulo – A BM&FBovespa divulgou nesta quarta-feira, 4, seu balanço de operações de janeiro.

No mês passado, o segmento Bovespa movimentou R$ 133,30 bilhões, recuo de 14,7% ante R$ 156,22 bilhões registrados em dezembro.

A média diária foi de R$ 6,34 bilhões, queda de 18,8% na comparação com os R$ 7,81 bilhões do mês anterior.

Em janeiro, foram realizados 19.368.870 negócios no segmento Bovespa, aumento de 12,8% sobre os 17.170.799 de dezembro.

A média diária de negócios avançou 7,4%, de 858.540 em dezembro para 922.327 em janeiro.

As ações que registraram maior giro financeiro no primeiro mês de 2015 foram Petrobras PN, com R$ 12,85 bilhões; Itaú Unibanco PN, com R$ 8,71 bilhões; Kroton ON, R$ 7,52 bilhões; Vale PNA, R$ 6,55 bilhões; e Bradesco PN, R$ 6,08 bilhões.

O valor de mercado (capitalização bursátil) das 362 empresas com ações negociadas na BM&FBovespa, ao final de janeiro, atingiu R$ 2,13 trilhões, o que representa recuo de 4,9% sobre o mês anterior.

Em dezembro, esse valor era de R$ 2,24 trilhões, referente a 363 companhias.

Os investidores estrangeiros lideraram a movimentação financeira no segmento Bovespa, com participação de 52,17%, ante 53,7% em dezembro.

Na segunda posição, ficaram os investidores institucionais, que obtiveram participação de 27,18%, ante 27,7%.

As pessoas físicas movimentaram 14,57%, ante 11,2%. As instituições financeiras 5,05%; ante 6,8%; e as empresas 0,9% ante 0,6% registrado no mês anterior.

Além disso, o volume financeiro com empréstimos de ações atingiu R$ 52,49 bilhões, superando em 8% a marca de R$ 48,61 bilhões em dezembro.

O número de operações foi de 132.115, ante 113.232 no mês anterior.