Vale sobe forte após divulgar resultados

Mercado considera números do balanço do terceiro trimestre já precificados

São Paulo – As ações preferenciais classe A da Vale (VALE5) subiam 4,1% na máxima desta quinta-feira e eram destaques de valorização entre os papéis listados no Ibovespa, perdendo apenas para os ativos da Bradespar (BRAP4), que tem importante participação na mineradora e valorizava 4,3%.

O mercado repercute os números apresentados pela mineradora na noite de ontem. O lucro líquido da empresa chegou a 3,3 bilhões de reais, uma queda de 58% na comparação com o mesmo período de 2011 e de 37% em relação aos três meses anteriores. O maior responsável pelos números menores no trimestre passado foi o preço do minério de ferro, que caminha em trajetória descendente desde o fim de 2011.

“O resultado veio fraco, porém, conforme o esperado e em linha com nossas projeções”, diz a equipe de analise da corretora Planner. O relatório reitera a recomendação de compra dos papéis, com um preço-alvo de 45 reais.

O analista Victor Penna, do BB Investimentos, destaca que o cenário de volatilidade nos preços faz parte do atual ambiente econômico que a Vale continuará enfrentando nos próximos trimestres.

“Acreditamos que o fraco resultado reflete, além do menor ciclo de crescimento, as expectativas mais pessimistas com as quais o mercado tem trabalhado, seja sobre a economia da China, seja sobre a economia mundial”, justifica Penna.

No entanto, ele reitera sua visão positiva em relação ao foco que a companhia tem mantido na execução dos projetos, através da redução da diversificação dos investimentos, priorizando projetos com taxas mais altas de retorno e que possam trazer maior criação de valor ao acionista.

O BB Investimentos tem recomendação classificada em desempenho acima da média de mercado (outperform) às ações da Vale, com preço-alvo de 56,20 reais.