Vale dispara com alta do minério favorecendo venda de ativos

Vale vendeu uma unidade de fertilizantes para a Petróleo Brasileiro, elevando o total obtido com a venda de ativos neste ano para US$ 1,43 bilhão

20 de dezembro (Bloomberg) — A Vale SA, terceira maior mineradora do mundo em valor de mercado, está tendo a maior sequência de altas em mais de um ano com apostas de que uma recuperação no preço das commodities vai fortalecer o lucro da companhia e ajudá-la a fechar acordos melhores na venda de ativos em que já não tem mais interesse.

Em 18 de dezembro, a Vale vendeu uma unidade de fertilizantes para a Petróleo Brasileiro SA, elevando o total obtido com a venda de ativos neste ano para US$ 1,43 bilhão, segundo dados apurados pela Bloomberg. A empresa vai anunciar a venda de ativos na área de petróleo e gás nas próximas semanas, assim como a venda de uma participação na unidade de logística até fevereiro, disse o presidente da companhia, Murilo Ferreira, neste mês.

A mineradora, depois de uma agressiva expansão mundial que incluiu projetos de níquel no Canadá e uma frota de navios para chegar à China, está se voltando ao negócio principal, o minério de ferro, em uma tentativa de interromper as seis quedas consecutivas nos lucros trimestrais. Um salto de 56 por cento nos preços do minério de ferro dá à Vale mais fôlego para vender os ativos a melhores preços, disse Jonathan Brandt, analista de renda variável do HSBC Holdings Plc.

“A Vale quer vender seus ativos pouco rentáveis o quanto antes, mas com o preço mais alto possível”, disse ele em entrevista por telefone de Nova York. “Um cenário externo mais favorável poderia ajudá-la levemente na sua estratégia de venda de ativos.”