Twitter opta por lançar ações na bolsa de Nova York

Rede social acrescentou em documento enviado à SEC que cotará em Wall Street sob o símbolo 'TWTR'

Nova York – O Twitter revelou nesta terça-feira sua intenção de lançar ações na Bolsa de Nova York (NYSE), o que representa uma vitória para a operadora da bolsa diante de sua rival, Nasdaq, depois do fiasco da estreia do Facebook na bolsa ano passado.

Assim diz a rede social em um documento enviado à Comissão Nacional da Bolsa de Valores dos Estados Unidos (SEC), no qual acrescenta que cotará em Wall Street sob o símbolo ‘TWTR’.

Em setembro a companhia californiana anunciou através de um tweet que tinha iniciado os trâmites para entrar a bolsa, uma oferta de ações esperada após a do Facebook ano passado no pregão nova-iorquino.

Em outros documentos apresentados no início de outubro para a SEC, o Twitter apontou que esperava arrecadar US$ 1 bilhão ao abrir seu capital na bolsa, enquanto segue sem detalhar quantas ações porá no mercado nem o preço.

Esta oferta pública inicial (IPO) é a mais importante de uma empresa do Vale do Silício (Califórnia) desde que o Facebook aterrissou em Wall Street em maio de 2012.

O anúncio do Twitter representa uma importante vitória para o NYSE Euronext, a empresa que opera a Bolsa de Nova York, depois o Facebook optou por seu concorrente, Nasdaq OMX Group, para a estreia da bolsa.

O Twitter, que tem 200 milhões de usuários ativos e que transmite mais de 500 milhões de mensagens de até 140 caracteres por cada dia, tem sua renda baseada nos tweets publicitários que aparecem como mensagens normais.

Em seus quase oito anos de vida, o Twitter se consolidou como uma empresa de presença global e a maior parte de seus usuários são de fora dos EUA. No entanto, menos de 20% de sua receita em 2012 veio de fora de seu país de origem.