Tudo o que você precisa saber antes de o mercado abrir

TSE retomará nesta quarta-feira o julgamento do pedido de cassação da chapa eleitoral de Dilma Rousseff e Michel Temer

São Paulo – Leia as principais notícias desta quarta-feira (07) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

TSE retoma hoje julgamento de cassação da chapa Dilma-Temer. Ministros do TSE devem votar o pedido de cassação da chapa vencedora das eleições de 2014.

Ao menos 7 pessoas morreram em ataque ao Parlamento do Irã. Ataques reivindicados pelo Estado Islâmico também tiveram como alvo o mausoléu do aiatolá Khomeini.

PDG apresenta 38 planos de recuperação judicial. Recuperação abrange 27 mil credores e contará também com recursos da venda de lançamentos futuros, além de incluir todos os ativos da PDG.

Pirelli, Colgate Palmolive e GM suspendem operações na Venezuela. Paralisação das atividades ocorre por falta de matéria-prima e ameaça aprofundar a crise no país.

Temer terá até as 17h de sexta para responder interrogatório da PF. Ministro do STF Edson Fachin atendeu ao pedido da defesa do presidente e concedeu mais tempo para que ele responda aos questionamentos da Polícia Federal.

Política e mundo

Como foi o 1º dia do julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE. Entre as questões preliminares que foram rejeitadas, por unanimidade, estão a impossibilidade de o TSE julgar cassação de mandato presidente, ordem de depoimento de testemunhas e outras questões processuais.

Relatório da reforma trabalhista é aprovado por 14 votos a 11 no Senado. O documento aprovado de 74 páginas recomenda a estratégia de avançar com o texto no Senado sem alterar o projeto aprovado na Câmara.

Registro mostra que família Temer viajou em avião de Joesley Batista. No registro, a “Família Sr. Michel Temer” fez um viagem de ida e volta de Congonhas, em São Paulo, para Comandatuba, na Bahia em 2011.

Parlamento do Equador aprova a expulsão da Odebrecht do país. Expulsão foi aprovada com 106 votos a favor, de um total de 128 legisladores presentes na sessão plenária.

Enquanto você desligou…

Justiça Federal homologa acordo de leniência da Braskem com MPF. A decisão é a etapa que faltava para a homologação definitiva do acordo global firmado pela Braskem com autoridades dos Estados Unidos, Suíça e Brasil.

Governo estuda privatização da Infraero em partes, diz ministro. Segundo o ministro, uma das ideias em estudo é dividir a empresa em até seis partes, divididas por regiões geográficas, para serem vendidas em separado.

Setor elétrico tem R$ 90 bi em processos judiciais, diz ministro. As ações são movidas por geradoras, distribuidoras e transmissoras de energia, por conta de mudanças de regras no setor e cobranças de indenizações.

Embate com J&F pode ter desdobramentos no setor financeiro. A J&F fechou as bases de um acordo de leniência com o Ministério Público Federal pelo qual pagará multa recorde de 10,3 bilhões de reais.

Smiles será incorporada pela WebJet em reorganização societária. A empresa informou que a operação permitirá aproveitar prejuízos fiscais acumulados pelo grupo Gol, que comprou a Webjet anos atrás.

Bombardier diz que disputa com Boeing não desacelera vendas. Segundo um diretor, a encomenda do CSeries que desencadeou uma reclamação da Boeing refletiu um desconto comum no “preço de lançamento”.

Decisão do STF posterga processo de licenciamento da Samarco. Para reiniciar a produção, interrompida desde o colapso de uma de suas barragens em Mariana, a Samarco precisa voltar a captar água no município.