Tudo o que você precisa saber antes de o mercado abrir

Para mostrar que está ativo após delação da JBS, governo pode liberar até R$ 5 bilhões no orçamento

São Paulo – Leia as principais notícias desta segunda-feira (22) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

Governo pode liberar até R$ 5 bilhões do orçamento. A ofensiva do governo na área econômica é uma estratégia para mostrar que está ativo e afastar quadro de paralisia que tomou conta da Esplanada, após divulgação da delação de executivos da JBS, na semana passada.

Participação da General Motors, Fiat e Volkswagen no mercado cai de 70,2% para 43,6% em 10 anos. A chegada de novos concorrentes no país, uma menor demanda por carros “populares” e maior interesse nos utilitários-esportivos provocaram uma troca de postos entre as montadoras que mais vendem.

Embraer muda estratégias para superar crise no mercado. A empresa afirmou que, com a crise econômica que atinge o mundo todo, executivos têm revendido jatos comprados há poucos anos, encolhendo a frota da companhia. A alternativa tem sido a de buscar compradores entre as operadoras, e não compradores privados.

Operadoras de telefonia perdem clientes no 1º trimestre do ano. Inflação e desemprego prejudicaram o setor, que na média do trimestre teve perda de 5% na soma de todos os serviços, com a saída de mais de 17 milhões de usuários.

Política e mundo

Por baixa adesão, Temer cancela jantar com base aliada no Palácio da Alvorada. O presidente havia marcado para a noite deste domingo (21) um jantar com seus apoiadores para esclarecer as denúncias que vieram à tona na delação de Joesley Batista, executivo da JBS, na última quarta-feira (17).

Câmara recebe nove pedidos de impeachment de Temer. O nono pedido é uma nova versão do documento conjunto protocolado na quinta-feira, 18, pela oposição. O teor do pedido se concentra na tese de que Temer cometeu crime de responsabilidade e obstruiu a Justiça. Enquanto isso, a base aliada acompanha situação de Temer e avalia viabilidade do governo.

Temer sanciona sem vetos recuperação fiscal dos estados. A proposta suspende o pagamento das dívidas estaduais com a União por três anos, prorrogáveis por mais três, desde que sejam adotadas contrapartidas com medidas de ajuste fiscal.

Ex-diretor do FBI aceita depor em sessão pública no Senado. Ele foi convidado a dar sua versão dos fatos no Comitê de Inteligência do Senado, que investiga as ligações da campanha do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com a Rússia.

“Tire as mãos sujas da Venezuela”, diz Maduro a Trump. O governo Trump impôs sanções contra o presidente e sete outros membros do Tribunal Supremo de Justiça da Venezuela na quinta-feira. Trump também expressou receio sobre como a Venezuela, dizendo que “tem sido inacreditavelmente mal administrada”.

Enquanto você desligou…

CVM abre mais 4 processos para investigar JBS. Um dos processos trata de indícios de possível prática de uso de informação privilegiada por meio de operações no mercado de dólar futuro e com ações da empresa.

Preços de gasolina, diesel e etanol caem nos postos, diz ANP. O preço médio da gasolina caiu 0,33%, nesta semana ante semana anterior, para 3,621 reais por litro.

Renova Energia desiste de parque eólico e cancela contratos. A empresa agora prevê ampliar sua capacidade instalada em usinas de geração dos atuais 683,5 megawatts para 1,6 gigawatt em 2020, ante previsão anterior de alcançar 2 gigawatts no período.

Braskem atrasa entrega de balanço de 2016 nos EUA. Ao não entregar no prazo o documento, conhecido com 20-F, a Braskem desrespeitou uma regra de listagem da bolsa de valores de Nova York (Nyse), onde tem papéis negociados.

Bancos autorizam retomada do IPO do IRB Brasil Resseguros. Bradesco, Itaú Unibanco e BB Seguridade afirmaram que o IRB Brasil deve pedir à CVM uma autorização para realizar uma distribuição secundária de ações.

Agenda do dia

Nesta segunda-feira, o Banco Central divulga o Relatório Focus e o Ministério do Desenvolvimento, a Balança Comercial.