Trump tem efeito limitado e Bovespa fecha em alta de 0,89%

Principal expectativa do dia, o discurso de posse de Donald Trump na presidência dos Estados Unidos teve efeito apenas pontual nos negócios

São Paulo – Com um cenário de indefinições como pano de fundo, a Bovespa continuou a ser influenciada pelas variações das blue chips do setor de commodities, além dos papéis do setor financeiro.

O Índice Bovespa enfrentou períodos de instabilidade, mas operou em terreno positivo desde a abertura dos negócios, terminando o dia em alta de 0,89%, aos 64.521,18 pontos. O volume de negócios totalizou R$ 7,76 bilhões.

Principal expectativa do dia, o discurso de posse de Donald Trump na presidência dos Estados Unidos teve efeito apenas pontual nos negócios.

Com um discurso de forte tom nacionalista, mas vazio em termos de sinalizações concretas, Trump apenas renovou as incertezas sobre sua política econômica.

No cenário doméstico, a morte do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, também alimentou dúvidas, mas não chegou a interferir nos negócios.

O republicano Donald Trump assumiu o posto do democrata Barack Obama em meio a promessas de “devolver” o governo dos Estados Unidos aos americanos.

Em seu discurso de posse, o 45º presidente dos Estados Unidos prometeu devolver empregos, riqueza e orgulho aos cidadãos. Afirmou ainda que, em todas as situações, colocará os EUA em primeiro lugar.

As afirmações do novo presidente chegaram a provocar uma desaceleração das altas em Wall Street, que foi acompanhada pela Bovespa apenas por alguns minutos.

As ações da Vale voltaram a se destacar no pregão, consolidando ganhos expressivos durante a tarde. Os papéis chegaram a mostrar instabilidade.

Apesar da queda do minério de ferro no mercado à vista chinês, o investidor usou como pretexto para comprar ações da mineradora o noticiário corporativo positivo e alguns dados da economia chinesa apontando aquecimento econômico.

O PIB do país teve alta de 6,8% no quarto trimestre de 2016, acima do esperado. Vale permaneceu atrativa aos olhos do investidor e fechou com altas de 2,00% (ON) e 4,74% (PNA).

Entre as ações que fazem parte do Ibovespa, a maior alta foi Usiminas PNA (+5,24%), refletindo expectativa de entendimento entre os sócios. Entre as maiores baixas ficaram as exportadoras Fibria ON (-2,97%) e Klabin unit (-2,80%), seguindo a tendência de desvalorização do dólar.

Com o resultado de hoje, o Ibovespa encerra a semana com ganho de 1,37%, levando o acumulado no mês para 7,13%.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. 62% de Rendimento no Ano de 2016. Como isso foi Possível?
    CLIQUE NO LINK E ASSISTA A REPRISE DA AULA ONLINE:
    >> https://www.youtube.com/watch?v=uhA9djolhI4