Tombo do setor de energia pressiona bolsas dos EUA

O petróleo caía 3,1 por cento após a Agência Internacional de Energia informar que o excesso global de oferta está aumentando

Nova York – As bolsas dos Estados Unidos recuavam nesta sexta-feira, com o índice Standard & Poor’s 500 em vias de acumular baixa pela terceira semana seguida, puxadas pelo tombo do setor de energia diante da alta do dólar e da contínua fraqueza dos preços de petróleo.

Às 11h25 (horário de Brasília), o indicador Dow Jones caía 0,61 por cento, a 17.780 pontos, enquanto o S&P 500 tinha desvalorização de 0,48 por cento, a 2.056 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq perdia 0,23 por cento, a 4.882 pontos.

Os mercados têm mostrado volatilidade nesta semana, com o S&P marcando tanto a maior alta diária desde o começo de fevereiro quanto a maior queda desde o começo de janeiro.

O petróleo caía 3,1 por cento após a Agência Internacional de Energia informar que o excesso global de oferta está aumentando e que a produção da commodity nos Estados Unidos não mostra sinais de desaceleração. O contrato caiu em seis das últimas sete sessões.

O índice de energia do S&P tinha queda de 1,4 por cento. A ação da Chevron caía 1,3 por cento, enquanto o papel da Occidental Petroleum tinha desvalorização de 1,6 por cento.

“É um pouco surpreendente que os EUA continuem a produzir tanto e que excesso de petróleo continue a pressionar ainda mais a commodity”, disse o estrategista-chefe de investimento da State Street Global Advisors’, Michael Arone.