Tesouro vai emitir R$ 49 bi para cobrir prejuízo com reservas

Títulos vão cobrir o prejuízo que o Banco Central teve com a administração das reservas internacionais

Brasília – O Tesouro Nacional autorizou a emissão de R$ 49,155 bilhões em títulos (notas do Tesouro Nacional, Série B) para cobrir o resultado negativo que o Banco Central registrou no primeiro semestre de 2011 com a administração das reservas internacionais. A portaria que autoriza a emissão foi publicada hoje no Diário Oficial da União. Esse tipo de título é corrigido pela inflação.

A taxa de juros será 6% ao ano, com atualização pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O pagamento de juros ocorrerá semestralmente.

O acúmulo de reservas internacionais é alvo de críticas de economistas devido ao custo de formação das reservas, com rentabilidade menor do que o valor que o país paga para manter os recursos. Mas, para o governo, as reservas funcionam como uma proteção em momentos de crise e é um indicador para investidores de que a economia é estável. Na crise de 2008, parte das reservas foi usada para ajudar, por meio de empréstimos, empresas com dificuldades de acesso ao crédito no exterior.

O prejuízo com a administração das reservas é sempre coberto pelo Tesouro Nacional. O valor do repasse ao BC é aprovado no Orçamento anual.