Temores com dívida espanhola caem e bolsas da Ásia têm alta

Resultados positivos de empresas dos Estados Unidos também impulsionaram a confiança dos investidores por ativos de risco

Tóquio- As bolsas de valores da Ásia subiram nesta quarta-feira, incentivadas por uma demanda firme na venda de dívida espanhola e resultados positivos de empresas dos Estados Unidos que impulsionaram a confiança dos investidores por ativos de risco.

O índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,85 por cento às 8h01 (horário de Brasília), liderado pelas ações australianas que registraram o maior nível em duas semanas. O movimento na Austrália acompanhou o rali do dia anterior nas bolsas europeias e norte-americanas, que viram Wall Street registrar o maior ganho em um mês.

O índice Nikkei da bolsa de Tóquio saltou 2,14 por cento, a 9.667 pontos.

“Há uma sensação de alívio depois que os mercados ultrapassaram um obstáculo, com os rendimentos espanhóis caindo após uma venda de títulos de curto prazo bem sucedida”, disse o estrategista sênior do Daiwa Securities em Tóquio, Hirokazu Yuihama.

A Espanha vendeu 3,2 bilhões de euros em títulos de 12 e 18 meses na terça-feira, valor acima do planejado, diminuindo algumas preocupações sobre a capacidade de refinanciamento do país.

Os rendimentos de títulos de dez anos do governo espanhol voltaram a ficar abaixo do nível de 6 por cento atingido na segunda-feira, quando preocupações com o sistema bancário, déficit e recessão reacenderam-se.

“Desde a venda de dívida na Espanha até os resultados corporativos nos Estados Unidos, todos os sinais podem ser sido positivos, mas ainda é muito cedo para se deixar empolgar”, disse o analista do Woori Investment & Securities Kim Byung-yeon. “Apesar de todos os resultados dos Estados Unidos virem dentro ou acima das expectativas, as previsões eram muito baixas.” A bolsa de Hong Kong subiu 1,06 por cento, enquanto Cingapura ganhou 0,47 por cento. A bolsa de Taiwan teve alta de 0,25 por cento, o índice referencial de Xangai expandiu 1,96 por cento e o mercado em Seul avançou 0,97 por cento. A bolsa de Sydney encerrou com alta de 1,4 por cento.