Temor por Europa recrudesce e índice cai 3% na semana

São Paulo – Volatilidade e baixo volume financeiro marcaram os negócios desta sexta-feira na Bovespa, quue fechou o dia no vermelho novamente acusando o nervosismo do mercado com os desdobramentos da crise europeia.

O Ibovespa principal índice acionário da bolsa paulista, caiu 0,45 por cento, aos 56.731 pontos. Na semana, o indicador acumulou perda de 3,1 por cento. O giro desta sessão foi de 5,28 bilhões de reais.

“A expectativa voltou a ficar muito pessimista com a Europa”, disse o sócio da consultoria Global Financial Advisor, Miguel Daoud.

Esvaziando parte do otimismo que vinha sendo construído nas semanas anteriores, a chanceler alemã, Angela Merkel, disse que as instituições europeias “não podem fingir ter poderes que elas não têm”, em resposta a críticas de que a União Europeia não está fazendo o suficiente para debelar a crise na região.

As bolsas europeias encerraram no menor patamar em seis semanas. Os principais índices das bolsas norte-americanas tinham movimento desencontrado, circulando em torno de pisos técnicos importantes.

Aqui e no exterior, as ações de bancos foram novamente as vilãs dos índices. No Ibovespa, Santander Brasil foi a pior do dia, tombando 3,24 por cento, a 13,16 reais, puxando a fila do setor financeiro.

Setores ligados a consumo também tiveram um dia negativo, no dia em que o Ministério do Trabalho anunciou que a geração de empregos formais em outubro no país foi de 126.143 vagas, pior número para o mês em três anos.[ID:nB67578] Uma queda ainda mais acentuada do principal índice da bolsa paulista foi evitada por ganhos de alguns papéis importantes na carteira. Foi o caso da ação preferencial da Petrobras , que subiu 1,07 por cento, a 21,75 reais, mesmo em dia de baixa das cotações do petróleo.

Na semana que vem, os valores pagos por governos periféricos da zona euro para captar recursos no mercado devem seguir guiando as bolsas, à medida que governos de Itália e Espanha pagam prêmios tidos como insustentáveis para fazê-lo.