Temer internado em SP e tudo para ler antes de a Bolsa abrir

Presidente foi internado no hospital Sírio-Libanês com quadro de obstrução nas vias urinárias e foi submetido a uma nova cirurgia

São Paulo – Leia as principais notícias desta quinta-feira (14) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

Votação da reforma da Previdência fica para fevereiro, diz Jucá. Líder do governo no Senado anunciou que o acerto dos aliados de Temer é para que o texto seja apreciado só no ano que vem.

Mercado já estima que a votação da nova Previdência fica para 2019. Analistas avaliam agora que o peso do ano eleitoral praticamente inviabiliza a aprovação de qualquer proposta.

Orçamento 2018 é aprovado com fundo eleitoral incluso. Total de gastos será de R$ 3,57 trilhões, incluindo a parcela necessária ao refinanciamento da dívida pública.

Temer é internado e passa por cirurgia em hospital em São Paulo. Recuperação do presidente poderá durar até sexta-feira.

Lula pode se candidatar sem ser “ficha-limpa”, afirmam especialistas. Recursos judiciais criam possibilidade do ex-presidente concorrer, mesmo condenado em segunda instância.

Brasil corre risco de sofrer rebaixamento da nota de crédito. Ex-presidente do Banco Central avalia que, sem as reformas do governo, as agências de risco podem rebaixar o país.

Política e mundo

Planalto contradiz Jucá e espera leitura da reforma nesta quinta. O líder do governo no Senado, Romero Jucá, disse na quarta-feira que a votação havia sido adiada para 2018. A nota afirma que Temer ainda vai ter conversas para definir a data da votação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados.

STF tem maioria a favor de delação negociada pela PF. O julgamento foi suspenso e será retomado nesta quinta-feira. O placar está em 6 a 1 a favor das delações negociadas pela PF, mas todos com divergências.

Lava Jato denuncia ex-gerente da Transpetro. A acusação aponta que o ex-dirigente da subsidiária da Petrobras recebeu R$ 7,5 milhões em propinas, pagas pela empresa NM Engenharia.

Plenário do Senado aprova Refis para micro e pequenas empresas. Para aderirem ao programa, as empresas terão de pagar entrada de 5% do valor da dívida, que poderá ser dividida em até cinco parcelas consecutivas.

Câmara aprova projeto que reduz imposto de petroleiras. Texto prevê isenção fiscal para a importação de máquinas e equipamentos de petrolíferas.

Congresso dos EUA chega a acordo sobre legislação fiscalDonald Trump disse que irá apoiar uma taxa acentuadamente reduzida de impostos sobre corporações de 21%.

Fed aumenta juros nos EUA para faixa entre 1,25% e 1,5%. O banco central americano também revisou em alta sua previsão de crescimento para a economia americana para 2,5% neste ano.

Theresa May perde votação-chave sobre o Brexit no Parlamento britânico. Os deputados aprovaram uma emenda que prevê que um acordo final seja ratificado por votação do Legislativo.

Enquanto você desligou…

Petrobras obtém R$5 bi com IPO da BR Distribuidora. A oferta de ações da líder do mercado de combustíveis no Brasil ficou no piso da faixa de preços, estimada entre 15 reais e 19 reais.

XP suspende fundos do J.P. Morgan. Decisão foi tomada após o anúncio da transferência da gestão desses fundos à gestora do Banco Santander, operação que ainda precisa ser aprovada pelos investidores.

Tanure tentará anular plano da Oi na Justiça. Advogados do fundo vão pedir à Justiça o adiamento da assembleia de credores marcada para o dia 19.

TPG leva ativos da Abengoa no Brasil em negócio de R$1,8 bi. O negócio, que ocorreu no âmbito da recuperação judicial da companhia, contribui de forma importante para a redução da dívida da empresa, de aproximadamente 3,2 bilhões de reais, segundo a fonte.

Agenda do dia

Nesta quinta-feira, sai a Produção Industrial de novembro da China. Nos Estados Unidos, sai o resultado de novembro das vendas no varejo. Na UE, sai a decisão sobre a taxa de juros.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Roberto Lima

    Agora essa desgraça vai, Leva Satanás tua encomenda!!

  2. Roberto Lima

    A festa está preparada!! Queremos passar um reveillon com essa boa notícia!! Vai desgraça!!!

    1. Claudio Stainer

      Desgraça é quem posta um comentário desses.

  3. Claudio Stainer

    O Temer restaurou o equilíbrio financeiro, a inflação baixou, o Brasil está voltando a crescer e o PT está mentindo descaradamente. É preciso fazer a reforma da previdência já. No futuro será dramática. E o Luladravaz quer fazer baderna novamente.