Suzano e Fibria confirmam conversas e sobem na Bolsa

Possível fusão das companhias voltou ao radar dos investidores na última sexta-feira, após uma reportagem do jornal O Estado de S.Paulo

São Paulo — As ações da Suzano e da Fibria voltaram a subir nesta segunda-feira, após as duas maiores produtoras de celulose do país confirmarem a existência de conversas sobre uma possível fusão.

Por volta das 16h, os papéis da Suzano tinham ganhos de 3,66%, enquanto os da Fibria avançavam 3,23%.

No pregão da última sexta-feira, as duas empresas dispararam na Bolsa após a publicação de uma reportagem de O Estado de S.Paulo sobre um possível acordo.

Segundo o jornal, a Suzano teria procurado a Fibria para discutir a possibilidade de combinar ativos ou até mesmo propor uma aquisição.

Naquele dia, as ações da Suzano terminaram a sessão em alta de 5,18%, enquanto a Fibria teve ganhos de 6,6%.

Em resposta a um questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Suzano informou hoje que foram estabelecidas “discussões muito preliminares com representantes dos controladores da Fibria” e que “não há qualquer formato ou estrutura definida para o possível acordo”.

A empresa também afirmou que “não há nenhum fato ou evento a ser divulgado neste momento.”

a Fibria informou que os acionistas controladores foram procurados por representantes da Suzano com o objetivo de discutir alternativas estratégicas e que qualquer desdobramento das conversas serão comunicados ao mercado.