Suíça fixa cotação mínima do euro a 1,20 franco suíço

O objetivo é frear a valorização da moeda suíça, que serve de valor refúgio em momentos de crise

Zurique – O Banco Nacional Suíço (BNS, banco central) fixou nesta terça-feira uma cotação mínima do euro a 1,20 franco suíço para frear a valorização de sua moeda, que serve de valor refúgio em momentos de crise.

A instituição admitiu em um comunicado que “mesmo a 1,20 franco por euro, a moeda suíça permanece a um nível elevado” e que se “as perspectivas econômicas e os riscos de deflação exigirem, o BNS adotará medidas adicionais”.

O BNS anunciou três intervenções em agosto para tentar conter a progressão do franco, cuja cotação disparou, prejudicando as exportações suíças.

“A sobrevalorização do franco suíço é extrema e constitui uma grave ameaça para a economia suíça, além de representar riscos de evolução da deflação”, advertiu o BNS.

Após o anúncio, o euro passou de 1,10 franco a 1,21. O dólar também registrava alta, a 0,85 centavos de franco, contra 0,78.