Sony desaba na Bolsa de Tóquio após anúncio de prejuízo

A ação do grupo eletrônico sofreu uma forte queda na Bolsa de Tóquio, após a advertência de que a empresa terá perdas de 2,14 bilhões de dólares

Tóquio – A ação do grupo eletrônico japonês Sony sofreu uma forte queda nesta quinta-feira, de 8,64%, na Bolsa de Tóquio, após a advertência, no dia anterior, de que a empresa terá perdas de 2,14 bilhões de dólares no ano fiscal pelas vendas ruins de smartphones.

Com a baixa de 8,64% nesta quinta-feira, a 1.940 ienes, a ação da Sony perdeu boa parte do lucro acumulado desde o início do ano (16%).

No início da sessão chegou a operar em queda de 12%.

Na quarta-feira, a Sony surpreendeu ao anunciar que prevê para o ano fiscal perdas de 230 bilhões de ienes (US$ 2,14 bilhões), e não de 50 bilhões, como havia anunciado anteriormente.

Este será o sexto exercício fiscal deficitário da empresa em sete anos.

A Sony também anunciou a eliminação de 1.000 postos de trabalho no setor de smartphones, no qual a empresa sofre a concorrência da sul-coreana Samsung, da americana Apple e dos fabricantes chineses.

Além disso, a empresa japonesa não pagará dividendos este ano, pela primeira vez desde sua entrada na Bolsa em 1958.