Só duas ações da prateleira de consumo valem a pena, diz Citi

Das dez empresas analisadas, banco só recomenda Hering e M. Dias Branco; veja as demais

São Paulo – Não há muitas opções para assumir um posicionamento no setor de consumo na bolsa brasileira em 2012, avalia o Citigroup em um relatório publicado nesta semana. Das dez empresas analisadas, as ações de apenas duas receberam a recomendação de compra pelo analista Carlos Albano.

“Para 2012, definimos a nossa visão como ‘cautelosa’ para as opções de consumo brasileiras. Apesar de as nossas projeções ainda incorporarem taxas de crescimento razoáveis das receitas e na maioria dos casos até uma expansão de margem na comparação anual, o nível atual de preço e os problemas de algumas empresas nos tornam mais seletivos nas recomendações”, diz.

Ele explica que o ano que vem terá um efeito positivo das medidas de estímulo econômico apresentadas pelo ministério da Fazenda, além da redução do juro básico (a estimativa do Citi é de uma Selic a 9,5% em dezembro), mas que o cenário será menos favorável para o crédito ao consumidor. O crescimento será menor e a inadimplência um pouco maior.

As ações da fabricante e varejista de vestuário Hering (HGTX3) e de alimentos M. Dias Branco (MDIA3) são as únicas com a recomendação de compra do banco. Confira nas imagens ao lado a indicação de investimento de Albano para as empresas cobertas pelo Citigroup para o horizonte de 12 meses.