Sabesp dispara após Doria afirmar que privatização é a melhor opção

O governador de São Paulo afirmou que espera ganhar 20 bilhões com a privatização da maior empresa de saneamento da América Latina

São Paulo — As ações da Sabesp disparavam na bolsa paulista e tocavam máxima histórica intradia nesta quinta-feira, após comentários do governador do Estado de São Paulo, João Doria, de que a privatização da empresa de saneamento é a melhor opção para a companhia.

Às 10:42, os papéis tinham valorização de 5,6%, a 52,26 reais, na ponta positiva do Ibovespa, que, por sua vez, recuava 0,2%. Na máxima até o momento, as ações subiram 6%, a 52,49 reais, recorde intradia.

Em Londres, Doria disse ao canal de televisão da Bloomberg que privatização é a melhor opção para Sabesp. “É a maior empresa (de saneamento) da América Latina. Estamos convencidos que é a melhor maneira…Esperamos levantar quase 20 bilhões.”

O Bradesco BBI também adicionou Sabesp em sua carteira recomendada, citando o preço atrativo e expectativas sobre o marco do saneamento básico, em ajustes no portfólio enviado a clientes nesta quinta-feira.

Sobre a privatização

Para que ocorra a privatização é necessário a aprovação do Projeto de Lei do Senado que institui o novo marco regulatório do setor de saneamento básico e que permite a privatização de estatais. A expectativa é que este projeto seja votado em agosto. 

Após a aprovação do projeto na Câmara, para que ocorra a privatização da companhia é necessário o aval da Assembleia Legislativa e possível alteração da constituição do Estado e negociações com prefeituras da transferência dos serviços de saneamento para um novo controlador e estruturação do edital de privatização.

 No ano, as ações da Sabesp acumulam valorização de 66% na Bolsa. Atualmente, o valor de mercado da companhia é estimado em 35,70 bilhões.