Retorno da esquerda no Brasil é pior pesadelo dos investidores

Os alertas mais calamitosos dizem que o Brasil poderia virar a próxima Turquia se o partido de esquerda voltar ao poder

Quando os investidores dizem que estão preocupados com as perspectivas para as eleições no Brasil, é de uma coisa que eles realmente têm medo: a possibilidade de retorno do Partido dos Trabalhadores ao poder.

Os alertas mais calamitosos dizem que o Brasil poderia virar a próxima Turquia se o partido de esquerda voltar ao poder. A Brown Brothers Harriman & Co. afirma que o real poderia cair mais de 20 por cento, para R$ 5. O Bank of America Merrill Lynch projeta uma queda ainda maior em seu pior cenário para o próximo governo, para R$ 5,5. O Ibovespa poderia perder mais de um terço de seu valor, de acordo com o fundo de hedge local Rio Bravo Investimentos.

Todo esse pessimismo evidencia que investidores e executivos realmente desaprovam o PT. Para eles, o governo da ex-presidente Dilma Rousseff foi o grande responsável por provocar a pior recessão em um século antes de seu impeachment e veem seu predecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, como um bandido. Embora Lula seja o candidato escolhido pelo PT, é improvável que ele possa concorrer em outubro, porque foi condenado por corrupção. Seu provável substituto, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, também não é querido pelos traders.

“A Turquia e a Argentina são exemplos de como é disruptivo para os mercados financeiros que os investidores percam a confiança no rumo da política e nas instituições”, disse Tania Escobedo, estrategista para América Latina na RBC Capital Markets, em Nova York. “O PT de Lula representaria esse cenário, a menos que modere significativamente suas opiniões.”

Escobedo, que foi a analista mais precisa para a moeda brasileira no primeiro e no segundo trimestre deste ano, segundo o ranking da Bloomberg, diz que o real chegaria a R$ 4,5 se o candidato do PT ganhar. O real foi negociado perto de R$ 3,9 na sexta-feira.

Não é fácil estimar o nível de apoio a Haddad enquanto Lula continuar tecnicamente como candidato. Uma pesquisa da CNT/MDA de maio mostrou que o PT tinha 33 por cento de apoio, mais que o deputado de extrema-direita Jair Bolsonaro, com 17 por cento. Entre os demais nomes na disputa estão o candidato favorável ao mercado, Geraldo Alckmin, e o ex-governador do Ceará Ciro Gomes, de esquerda.

Um receio específico é que o governo do PT tente reverter as iniciativas do presidente Michel Temer para fortalecer o quadro fiscal depois que a nota de crédito do país foi rebaixada ao grau especulativo, incluindo o debate da reforma da previdência. As medidas tomadas por Temer, um centrista que assumiu após a queda de Dilma em 2016, fortaleceram o real e as ações naquele ano.

You-Na Park, estrategista de câmbio do Commerzbank em Frankfurt, diz que se Haddad ou qualquer outro candidato do PT vencer a eleição, o real provavelmente se depreciaria como uma reação inicial. Mas isso aconteceria com quase todos os candidatos – a única exceção seria uma vitória de Alckmin, o ex-governador de São Paulo, de direita. No longo prazo, ela acha que quem quer que vença tentará restaurar o equilíbrio fiscal, independentemente do discurso de campanha.

“Os políticos no Brasil estão bem cientes de que o alto déficit fiscal não é sustentável e que pelo menos algum tipo de reforma é necessário”, disse ela. “Talvez a atual crise da lira seja um exemplo bom e assustador do que poderia acontecer se os mercados perdessem a confiança na política. Acho que nenhum dos candidatos no Brasil gostaria que isso acontecesse.”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Agora é hora de #GeraldoPresidente. O mais preparado pra colocar o Brasil nos eixos e devolver o crescimento. Já fez muito por SP e vai fazer mais ainda pelo Brasil

    1. Luis Antonio de Camargo

      Sr. Pedro Caldas, o #GeraldoPresidente fez muito por SP na Educação Pública (e Gratuíta…)? A chamada Progressão Automática, onde os alunos passam de ano sem saber nada, é um exemplo? Porque não foi seguido pelo Pueri Domus, Objetivo, Anglo, COC, Arquidiocessano, Rio Branco, Santana, Augusto Laranja, Bandeirantes, Sion e etc. ?

  2. news da hora

    O bandidão Lula da esquerda fajuta não vai concorrer , pois é ficha suja . E terá que permanecer preso para cumprir 12 ,1 mês e as outras penas que vem por aí .

  3. news da hora

    Claro que os petralhas querem novamente empurrar outro poste igual a Dilma . Mas , os eleitores vão escolher os que são ficha limpas e tem propostas melhores para o Brasil .

  4. Angelica Santos

    Lula foi condenado por reformas feitas em um apartamento, Geraldo Alckmin será condenado (ou deveria ser) por corrupção em fraude na merenda escolar. Se for para acolher alguém, voto naquele que está junto ao seu povo. #LulaPresidente ou #PTpoder.

  5. Fabricio Ranzeiro

    Alckmin de Direita! kkk. Fala sério que vocês escreveram isso.

  6. Bruna Eduarda Tavares

    Alckmin de direita? Aham sim, Lula não participará felizmente por ser condenado por 157, devemos votar no menos corrupto e no que mais quer mudar o Brasil!

  7. carlos renato campos Campos

    É melhor já ir de haddadpitando hahahahahahahaha

  8. A hora que esse STE decretar a inelegibilidade do Ladrao, o Dolar ja volta para o patamar de 3,50/3,60. Isso tudo tem o caráter especulativo do mercado.