Resgate à Irlanda levará tempo para acalmar mercados, diz FMI

DUBAI, 30 de novembro (Reuters) – O acordo para resgatar a
Irlanda de sua crise de dívida levará tempo para reverter o
ímpeto do mercado, mas o crescimento econômico do país deve
retornar no curto prazo, disse John Lipsky, vice-diretor do
Fundo Monetário Internacional (FMI), nesta terça-feira.

A extensão do prazo para a Irlanda ajustar seu Orçamento é
um passo positivo, mas o desafio de estabilizar o sistema
financeiro do país continua.

“Não é só uma questão de mostrar que os bancos estão
adequadamente capitalizados. Você tem de mostrar que eles têm
acesso adequado a financiamento”, disse Lipsky à Reuters
Insider.

(Reportagem de Martina Fuchs)