Recorde no S&P 500; Ibovespa: 54.000…

Recorde no S&P 500

O S&P 500, índice que reúne as 500 maiores empresas americanas, fechou esta segunda-feira em seu maior patamar de todos os tempos. O índice subiu 0,34% e terminou o dia com 2.137 pontos. O relatório de empregos nos Estados Unidos divulgado na última sexta-feira contribuiu para a alta.  Além disso, o dia foi positivo nos principais mercados ao redor do mundo. Na Ásia, as ações subiram após o primeiro ministro japonês, Shinzo Abe, vencer as eleições legislativas e afirmar que instruirá o ministro da economia a trabalhar em um pacote de estímulo fiscal.

_

Bolsa nos 54.000

A alta no exterior teve reflexos nas ações brasileiras. O Ibovespa subiu 1,54% e terminou o dia próximo dos 54.000 pontos – o maior patamar desde o final de abril. Entre os destaques de alta, as ações preferenciais da Petrobras subiram 5,2%. Destaque também para as ações da companhia de energia elétrica Cemig, que subiram 9,7% – a maior alta do Ibovespa. No radar da companhia continuam os rumores de venda de ativos, que, segundo analistas do banco Itaú BBA, podem valer 4,1 bilhões de reais.

_

Sem acordo na Usiminas

Os acionistas controladores da siderúrgica Usiminas participaram de uma audiência na tarde desta segunda-feira, mas não chegaram a um acordo. A companhia japonesa Nippon questiona a legalidade da eleição de Sérgio Leite para a presidência do grupo, em maio. Leite teve apoio do outro acionista controlador da Usiminas, o grupo ítalo-argentino Ternium. A audiência, marcada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais, era uma tentativa de fazer as companhias chegarem a um acordo. Como isso não aconteceu, o tribunal deverá julgar se houve ou não ilegalidade na eleição do presidente da siderúrgica.

_

Déficit de 281 bi

O rombo fiscal pode alcançar 281 bilhões de reais em 2021, caso o país não aprove a medida que estabelece um teto para os gastos públicos. Os dados são do Boletim Legislativo do Senado Federal deste mês. O valor é mais que o dobro do déficit estabelecido para o ano que vem, de 139 bilhões de reais, que foi anunciado na semana passada pelo governo. A proposta de emenda parlamentar do teto de gastos estabelece que, a partir de 2017, não pode haver aumento real dos gastos do governo, limitando a variação somente à correção inflacionária.

_

Petrobras em alta

A Petrobras registrou recorde na produção mensal de petróleo e gás natural no mês de junho. Foram 2,9 milhões de barris por dia. O recorde anterior era de 2,88 milhões de barris, registrado em 2015. A produção cresceu 2% em relação a maio. Na região do pré-sal, já responsável por quase metade da produção da estatal, o aumento foi de 8%.

_

Embraer com a Boeing 

A entrega de aviões da fabricante brasileira Embraer caiu 13% no segundo trimestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano anterior. A carteira de pedidos também caiu, 4% a menos do que em 2015. Em valores totais, os pedidos caíram de 22,9 para 21,9 bilhões de dólares. Apesar disso, no acumulado do primeiro semestre, a empresa entregou 4,2% jatos a mais na comparação com 2015. A Embraer também anunciou uma parceria com a fabricante americana Boeing para a fabricação e distribuição do cargueiro militar KC-390. A nave é fabricada pela Embraer, que receberá suporte operacional da Boeing na comercialização. A companhia afirmou que a parceria abre espaço para explorar novas oportunidades de negócios.