Raia Drogasil agrada, mas ação está cara, diz Coinvalores

Em início de cobertura, analista projeta pouquíssimo, mas garante bons fundamentos

São Paulo – A corretora Coinvalores iniciou a cobertura das ações da Raia Drogasil (RADL3), com recomendação classificada em manutenção.

A analista Sandra Peres destaca que, apesar dos bons fundamentos, a empresa conta com pouquíssimo fôlego na bolsa, após uma disparada de 73% de janeiro pra cá. O preço-alvo das ações em 12 meses é de 25 reais, um potencial de valorização de apenas 10%.

No entanto, no relatório, sobram elogios à companhia. Sandra destaca que a sombra da concorrência poderá até diminuir, mas não limitar, a já acentuada curva de crescimento da companhia.

“A Raia Drogasil seguirá em posição de liderança no setor e ira se manter como uma das principais consolidadoras em um segmento ainda bastante fragmentado”, diz a analista.

A expectativa é de que a empresa tenha um crescimento acima da média projetada para o setor, que é de 8,5% nos próximos anos, segundo a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma).

“Esse crescimento deverá ser positivamente influenciado pelas fortes vendas de medicamentos genéricos e produtos de higiene pessoal e beleza. Já para a linha de medicamentos isentos de prescrição médica e medicamentos de marca, esperamos evolução modesta nas vendas e menor participação na composição da receita total”, conclui a analista.