Private banking no Brasil cresce 6,87% em 12 meses até março

Dentro do total, o maior crescimento foi dos recursos alocados em fundos de investimentos, de 8,09 por cento, para 202,1 bilhões de reais

São Paulo – O volume de recursos sob gestão na indústria de private banking no Brasil cresceu 6,87 por cento no período de 12 meses encerrado em março, para 464,285 bilhões de reais, informou nesta quarta-feira a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Dentro do total, o maior crescimento foi dos recursos alocados em fundos de investimentos, de 8,09 por cento, para 202,1 bilhões de reais.

Já os recursos aplicados em títulos e valores mobiliários avançaram 6,6 por cento no período, para 236,9 bilhões de reais. Ao mesmo tempo, o volume em caderneta de poupança despencou 35,9 por cento, para 3,13 bilhões de reais.

E o montante empenhado em fundos abertos de previdência avançou 12,04 por cento, a 21,6 bilhões de reais.