Presidente do Banco Nacional Suíço é acusado de especular com divisas

Segundo o jornal Weltwoche, Philipp Hildebrand comprou mais de 1,1 bilhão de francos suíços em operações com o dólar

Genebra – O presidente do Banco Nacional Suíço (BNS), Philipp Hildebrand, foi acusado de ter dado ordens de compra e venda de divisas, um escândalo que sacode o setor bancário heleno.

Segundo o semanário suíço Weltwoche, próximo do partido UDC (direita populista), Hildebrand realizou várias operações de compra e venda de euros e dólares no mercado de câmbios entre março e outubro de 2011.

Apenas em março, Hildebrand comprou dólares por um total de 1,1 bilhão de francos suíços, segundo Weltwoche.

Até agora, acreditava-se que essas ordens de compra de divisas haviam sido realizadas por sua esposa.