Positivo Informática: longo prazo favorável, curto prazo nem tanto

Para Socopa Corretora, recentes notícias devem se refletir em bons resultados à empresa no ano que vem

São Paulo – O governo pode gastar R$ 213 milhões com a compra de até 600 mil laptops para o programa Um Computador por Aluno (UCA). A aquisição é resultado de um pregão eletrônico de registro de preços realizado na semana passada e que teve a Positivo Informática (POSI3) como vencedora. De acordo com a empresa, os 600 mil computadores serão divididos em dois lotes, um de 200 mil unidades e outro de 400 mil, sendo cada um destinado a regiões diferentes do Brasil.

“Consideramos este evento positivo para a companhia, podendo beneficiar consideravelmente os resultados divulgados em 2011”, avalia relatório da Socopa Corretora. Para Osmar Cesar Camilo e Marcelo Alves Varejão, a empresa se mostrou bastante flexível, buscando atingir às configurações exigidas pelo Ministério da Educação.

Por outro lado, os analistas lembram que as indefinições envolvendo este processo, como o prazo ainda incerto para a formalização do contrato, poderão impedir a incorporação deste fato nas ações da companhia. “Além disso, a expectativa de pressão nas margens operacionais da empresa nos resultados do terceiro trimestre, decorrente do maior nível de concorrência no período, deve manter os preços das ações próximo da estagnação no curto prazo”, pondera a dupla.

Considerando as expectativas de bom desempenho de vendas e lucratividade crescente nos próximos períodos para a Positivo Informática, a Socopa mantém a recomendação de performance acima de mercado no longo prazo, com preço teórico de 24 reais.
 

Leia mais notícias sobre ações

Siga as últimas notícias de Mercados no Twitter