Posição vendida de estrangeiros em Ibovespa volta a cair

Os estrangeiros chegaram ao final da sessão de segunda-feira com uma posição vendida em 96.283 contratos em aberto, resultado de 99.272 contratos na compra e 195.555 na venda

São Paulo – Os investidores estrangeiros voltaram a reduzir a aposta na queda do índice Bovespa, no mercado futuro, passados os ajustes após o vencimento do contrato do derivativo referente ao mês de junho, no último dia 12.

Dados da BM&F Bovespa atualizados até a segunda-feira, 17, mostram que os estrangeiros chegaram ao final da sessão de segunda-feira com uma posição vendida em 96.283 contratos em aberto, resultado de 99.272 contratos na compra e 195.555 contratos na venda.

Trata-se da segunda vez neste mês que os não residentes estão apostando menos de 100 mil contratos em aberto na queda do derivativo. No dia do exercício do contrato de junho, na quarta-feira passada, 12, os investidores estrangeiros contavam com 97.951 contratos em aberto.

Em valores, a estratégia atual dos estrangeiros representa R$ 4,74 bilhões, considerando-se a pontuação de fechamento do Ibovespa futuro no pregão de ontem.

Para se ter uma ideia, na sexta-feira anterior (dia 14), a posição vendida dos não residentes contava com 102.051 contratos, resultado de 97.961 contratos na compra e 200.012 contratos na venda.

No período, houve, portanto, uma redução líquida de 5.768 contratos apostando na queda do derivativo. É válido lembrar que, no mercado à vista, o superávit de recursos externos está positivo em R$ 3,198 bilhões em 2013 até a quinta-feira passada, 13.