Petróleo WTI cai 0,16% e fecha em US$ 100,7

No final da segunda jornada da semana na NYMEX, os contratos para entrega em março do Petróleo Intermediário do Texas diminuíram 17 centavos

Nova York – O petróleo do Texas caiu nesta terça-feira 0,16% e fechou em US$ 100,74, num dia marcado pela espera dos investidores das negociações sobre o perdão da dívida grega.

No final da segunda jornada da semana na Bolsa Mercantil de Nova York (NYMEX), os contratos para entrega em março do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) diminuíram 17 centavos em relação ao fechamento de segunda-feira.

A cotação do petróleo foi pressionada levemente para baixo devido às notícias vindas da Europa, onde os ministros de Finanças da zona do euro cancelaram a reunião prevista para esta quarta-feira, na qual discutiriam o segundo resgate para a Grécia.

O eurogrupo realizará uma teleconferência, já que Atenas ainda não cumpriu todas as condições necessárias para receber outro empréstimo internacional para resolver sua crise de endividamento, que afeta a demanda mundial de petróleo.

Além disso, os contratos futuros do WTI também foram pressionados por um efeito rebote após a forte subida de véspera, quando o petróleo subiu 2,27% e fechou em US$ 100,91, superando pela primeira vez em cinco semanas a barreira dos US$ 100 por barril.

Os contratos de gasolina com vencimento em março perderam três centavos e ficaram em US$ 2,98 por galão (3,78 litros).

Por sua vez, os pedidos de gasóleo para calefação também para entrega esse mês não registraram mudanças e fecharam em US$ 3,16.

Já os contratos de gás natural com vencimento em março ganharam dez centavos e terminaram a sessão em US$ 2,53 por cada mil pés cúbicos.