Petróleo sobe após EUA bombardearem o Iraque

Após uma sessão bastante volátil, o contrato para setembro negociado na New York Mercantile Exchange (Nymex) fechou em alta de US$ 0,31 (0,31%)

São Paulo – O preço do petróleo em Nova York voltou a subir, em reação aos ataques aéreos promovidos pelos EUA contra militantes do grupo Estado Islâmico nas proximidades de Irbil, capital da região autônoma curda no nordeste do Iraque.

Após uma sessão bastante volátil, o contrato para setembro negociado na New York Mercantile Exchange (Nymex) fechou em alta de US$ 0,31 (0,31%), a US$ 97,65 por barril.

Durante o pregão, o preço da commodity variou entre US$97,15 e US$98,45.

Já em Londres, o Brent para o mesmo mês negociado na Intercontinental Exchange (ICE) recuou US$ 0,42 (0,40%), para US$ 105,02, após ter oscilado entre a máxima de US$ 106,85 e a mínima de 104,67.

Os operadores tentam avaliar qual o impacto do conflito no Iraque sobre a oferta e a demanda por petróleo.

O bombardeio de hoje foi a primeira ação militar americana no Iraque desde que o presidente Barack Obama declarou o fim oficial da guerra no país, em 2011.

Com informações da Dow Jones Newswires e do Market News International.