Petróleo recua, pressionado por queda do euro ante dólar

O contrato do petróleo Brent recua 1,28%. O contrato do petróleo WTI cai 1,74%

Londres – Os contratos futuros do petróleo operam em queda, apagando os ganhos da sessão anterior, à medida que o enfraquecimento persistente do euro ante o dólar impede os preços de registrarem um rali sustentado.

Às 8h15 (de Brasília), o contrato do petróleo Brent recuava 1,28%, para US$ 99,39 por barril. O contrato do petróleo WTI caía 1,74%, para US$ 85,70 por barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex).

A queda do euro em relação ao dólar está “começando a ser problemática para a recuperação dos preços do petróleo”, disse Olivier Jakob, diretor-gerente da Petromatrix, em uma nota. Uma semana depois de uma cúpula de líderes da Europa que supostamente “salvou a Europa”, o euro está em seu nível mais baixo ante o dólar desde o início de junho e o yield (retorno ao investidor) dos títulos de 10 anos de referência da Espanha aumentou para perto de 7%.

O diretor de pesquisa da IHS Global Insight Simon Wardell, disse que os preços mais baixos do petróleo são também uma reação ao corte das taxas de juro pelo Banco do Povo da China (PBOC) e pelo Banco Central Europeu (BCE) ontem. “Sim, os bancos centrais fizeram um esforço concertado, mas as preocupações com a ação bastante agressiva da China sugerem que pode haver uma situação econômica mais preocupante do que se pensava anteriormente”, ressaltou Wardell.

Os investidores estarão atentos à divulgação do relatório dos empregos dos EUA, às 9h30 (de Brasília). As informações são da Dow Jones.