Petróleo recua e fecha abaixo de US$ 98 o barril

Nova York – Os preços dos contratos futuros do petróleo fecharam em baixa, novamente pressionados por receios com a possibilidade de um agravamento na crise das dívidas soberanas da Grécia e pela perspectiva de que o valor do barril subiu rápido demais, o que incentivou a realização de lucros, segundo analistas. “É como um elástico. Se você o estica demais em uma direção, ele tende a estourar”, disse Peter Beutel, presidente da consultoria Cameron Hanover.

Nesta semana, os novos proprietários do Seaway Pipeline disseram que inverteriam o fluxo de óleo do duto para ajudar a distribuir o amplo volume de estoques de petróleo em Cushing – ponto de entrega física dos barris negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) – para as refinarias localizadas na região da costa do Golfo do México.

A notícia fez o preço do petróleo WTI superar US$ 100 o barril na quarta-feira, mas como a mudança no oleoduto deve ser concretizada apenas no segundo trimestre de 2012, os preços caíram desde então, visto que o estoque da commodity deve continuar elevado em Cushing por mais alguns meses.

“Os preços estão em níveis nos quais deveríamos estar recolhendo lucro”, disse Brian LaRose, analista de energia da corretora United-ICAP. “Existe o risco de uma correção significativa no curto prazo.” Ainda assim, a expectativa é de valorização da commodity.

Hoje o BNP Paribas revisou para cima sua estimativa sobre o preço do petróleo em 2012, afirmando que o valor do barril de WTI deve ser de US$ 104, em média, de US$ 101 na previsão anterior, enquanto o do Brent deve girar em torno de US$ 116.

O contrato do petróleo para dezembro negociado na Nymex, que expirou hoje, caiu US$ 1,41, ou 1,42%, para US$ 97,41 por barril. O contrato para janeiro, que passa a ser o de vencimento mais próximo, recuou US$ 1,26, ou 1,27%, para US$ 97,67 por barril. Na plataforma ICE, o contrato do petróleo tipo Brent para janeiro perdeu US$ 0,66, ou 0,61%, e fechou a US$ 107,56 por barril. As informações são da Dow Jones.