Petróleo opera em alta com riscos geopolíticos

Os preços da commodity estão sendo agora conduzidos pelo risco geopolítico, que está aumentando novamente com os temores de que um conflito militar no Oriente Médio

Londres – Os contratos futuros do petróleo operam em alta, após jornais de Israel informarem que o país está testando um sistema de mensagem de texto nacional para alertar as pessoas sobre um ataque de míssil iminente, elevando potencialmente as tensões com o Irã.

Os preços do petróleo estão sendo agora conduzidos pelo risco geopolítico, que está aumentando novamente com os temores de que um conflito militar no Oriente Médio, rico em petróleo, poderá afetar de maneira severa o abastecimento da commodity proveniente da região, incluindo da Arábia Saudita, o maior exportador de petróleo do mundo.

“O aumento do nervosismo sobre abastecimento assustou os mercados”, afirmou a JBC Energia em uma nota.

Às 9h10 (pelo horário de Brasília), o contrato do petróleo Brent para setembro subia 1,35%, para US$ 114,50 o barril, na plataforma ICE, em Londres. O contrato do petróleo WTI avançava 0,70%, para US$ 93,52 por barril na New York Mercantile Exchange (Nymex).

Os preços do petróleo estão em alta apesar de um cenário sombrio para a demanda, incluindo os números mais fracos que o esperado do crescimento econômico do Japão, uma das principais economias asiáticas e consumidores de petróleo, divulgados durante a noite, afirmou a analista sênior do mercado de petróleo do Nordea Bank Norge Thina Saltvedt.

Durante semanas, os mercados foram conduzidos principalmente por relatórios macroeconômicos na Ásia, Europa e EUA. Ao mesmo tempo, as discussões de mercado sobre a questão Irã-Israel estão suspensas por enquanto. Mas reportagens recentes da imprensa mostraram que as tensões em torno do programa nuclear iraniano desencadearam novamente essas discussões, disse Saltvedt.

“Embora o tom de Israel tenha se tornado de fato mais agressivo, ainda achamos que é improvável que o país adote uma ação militar unilateral contra o Irã”, disse JBC Energy. No entanto, é provável que o risco geopolítico seja maior daqui para frente que o observado no segundo trimestre, acrescentou a analista.

O petróleo Brent está se beneficiando mais dos recentes desdobramentos no Oriente Médio que o WTI. O prêmio do Brent em relação ao WTI está em torno de US$ 21 por barril, o maior nível desde o início de abril. As informações são da Dow Jones.