Petróleo fecha em queda com impasse nos EUA

A queda nesta terça-feira fez com que a commodity recuasse para o patamar mais baixo em mais de três meses

Washington – Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em queda nesta terça-feira, 15, pressionados pelo impasse nas negociações no Congresso dos Estados Unidos para elevar o teto da dívida e reabrir o governo.

A queda nesta terça-feira fez com que a commodity recuasse para o patamar mais baixo em mais de três meses.

O contrato de petróleo mais negociado, com entrega para novembro, teve queda de US$ 1,20 (1,18%), fechando a US$ 101,21 o barril, o menor nível desde 2 de julho. Na plataforma eletrônica ICE, o barril de petróleo do tipo Brent para novembro recuou US$ 1,08 (0,97%), terminando a US$ 109,96.

Após os sinais de progresso nesta segunda-feira, 14, nas negociações fiscais entre líderes do Senado dos EUA, a Câmara do país se mostrou dividida e pode fazer alterações no projeto dos senadores que não serão aceitas pela administração norte-americana. Dessa forma, o impasse continua e a paralisação do Poder Executivo atinge o 15º dia, mas alguns investidores ainda acreditam num acordo no curto prazo e isso alimentou a volatilidade nesta terça.

O presidente da Câmara dos Representantes, o republicano John Boehner, disse que não há nenhuma decisão no Congresso para encerrar o impasse fiscal. Mesmo assim, Boehner afirmou que o Partido Republicano está “tentando encontrar uma maneira de avançar com isso hoje”. O projeto dos republicanos já foi rejeitado pela Casa Branca, que o chamou de uma tentativa de agradar ao pequeno grupo conservador Tea Party.

Enquanto isso, no meio da tarde, fontes afirmaram que os líderes da maioria no Senado, o democrata Harry Reid, e da bancada republicana, Mitch McConnel, paralisaram as negociações até que haja uma definição sobre a proposta que é articulada na Câmara. Os líderes do Congresso se encontrarão com o presidente Barack Obama nesta tarde.

Na agenda americana de indicadores, o índice Empire State de atividade industrial na região de Nova York caiu para 1,52 em outubro, de 6,29 em setembro.

O resultado ficou bem abaixo da previsão de queda para 5,5. Na Europa, o índice de expectativas econômicas na Alemanha, medido pelo instituto ZEW, que é uma sinalização do sentimento do investidor para os próximos seis meses, subiu para 52,8 em outubro, de 49,6 em setembro, superando a previsão de estabilidade.

O petróleo também foi pressionado pela reunião entre o Irã e potências ocidentais sobre o polêmico programa nuclear do país. O avanço nas negociações significa que as sanções ao Irã podem ser suavizadas, trazendo o petróleo iraniano de volta aos mercados internacionais.

“O risco geopolítico está diminuindo, com as conversas sobre o Irã e sem outras notícias negativas em importantes países produtores”, afirma o analista Phil Flynn, da Price Futures Group.

Fonte: Dow Jones Newswires.