Petróleo fecha em queda após Fed manter juros

A decisão do Fed enfraqueceu o dólar e poderia dar apoio ao mercado de petróleo - que é negociado na moeda americana

Nova York – Os preços do petróleo oscilaram e fecharam em queda nesta quinta-feira, 17, após o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) anunciar que vai manter as taxas de juros inalteradas.

A decisão do Fed enfraqueceu o dólar e poderia dar apoio ao mercado de petróleo – que é negociado na moeda americana. Com o dólar fraco, os investimentos na commodity ficam mais baratos.

Entretanto, a manutenção das taxas de juros indica a preocupação da autoridade monetária com o crescimento global, o que destaca os recentes temores com uma demanda limitada por combustíveis.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo bruto para outubro caiu US$ 0,25 (0,53%), encerrando em US$ 46,90 por barril. Na IntercontinentalExchange (ICE), em Londres, o Brent para novembro caiu US$ 0,67 (1,34%), para US$ 49,08 por barril.

O mercado global de petróleo se encontra em um cenário de excesso de oferta e alguns investidores acreditam que é provável que a produção continue a superar o consumo até o final deste ano.

“Se você não tem uma melhora significativa no crescimento da economia global, é difícil dizer que a demanda vai preencher essa lacuna rapidamente”, disse Rob Haworth, do U.S. Bank Wealth Management. “Mesmo com o dólar fraco a curto prazo, você ainda tem uma oferta muito grande”, completou.

De acordo com Gene McGillian, da Tradition Energy, O mercado ficou mais agitado depois do anúncio do Fed, o que sugere que alguns operadores esperavam um aumento das taxas de juros.

“Provavelmente, havia algumas pessoas que pensavam que o Fed fosse aumentar os juros e, quando viram que isso não ia acontecer, optaram pela saída”, afirmou.