Petróleo fecha em alta em NY, mas volta a cair na Europa

Preços na Nymex subiram após DoE informar que estoques norte-americanos de petróleo bruto tiveram redução de 3,7 mi de barris na semana passada

Nova York – Os preços do petróleo subiram em Nova York nesta quarta-feira, 3, mas voltaram a cair na Europa.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), os preços subiram depois de o Departamento de Energia (DoE) informar que os estoques norte-americanos de petróleo bruto tiveram uma redução de 3,7 milhões de barris na semana passada; analistas consultados pela Dow Jones previam um crescimento de 600 mil barris nos estoques.

Os preços do petróleo Brent, produzido no Mar do Norte e mais consumido na Europa, voltaram a cair depois de o Wall Street Journal dizer, citando fontes não identificadas, que a Arábia Saudita e seus aliados no Golfo Pérsico preveem que os preços vão se estabilizar em torno de US$ 60 por barril.

Segundo o analista Kyle Cooper, da IAF Advisors, a reportagem do Journal “é mais um fator que solidifica a perspectiva negativa para os preços.

Os sauditas viram sua participação no mercado diminuir continuamente, especialmente nos EUA, e acho que eles ficaram cansados disso.

Eles vão defender sua participação no mercado um pouco mais do que se pensava há poucos meses”.

Na semana passada, quando a Opep decidiu não reduzir sua meta de produção, como alguns membros do cartel pretendiam, analistas disseram que a Arábia Saudita aparentemente estava disposta a conviver com preços mais baixos por algum tempo para não perder participação no mercado.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), os contratos de petróleo bruto para janeiro fecharam a US$ 67,38 por barril, em alta de US$ 0,50 (0,75%).

Na Intercontinental Exchange (ICE), os contratos do petróleo Brent para janeiro fecharam a US$ 69,92 por barril, nível mais baixo desde 25 de maio de 2010, com queda de US$ 0,62 (0,88%).

Fonte: Dow Jones Newswires.